Source Pravda.Ru

EUA perde rasto de Bin Laden e Omar

A quase quatro meses do começo de sua campanha militar no Afeganistão, os Estados Unidos perderam a pista do saudita Osama bin Laden e do líder dos talebans, Mohamed Omar, afirmou hoje, segunda-feira, o jornal The New York Times.

Em um artigo que cita funcionários do Governo que pediram para não serem identificados, o jornal afirmou que "há um mês as autoridades americanas estavam confiantes que tinham encurralado Osama nas montanhas de Tora Bora", no leste afegão.

"Agora reconhecem que perderam a pista do terrorista e que cada vez se sentem mais frustrados pela falta de informações sobre seu paradeiro", acrescentou o artigo.

Os mesmos funcionários informaram ao Times que as forças armadas americanas "perderam a pista de Mohamed Omar, o chefe da milícia taleban", que cedeu o controle da cidade de Kandahar no início de dezembro e depois desapareceu.

O Governo do presidente George W. Bush disse que quer Bin Laden "vivo ou morto", considerado como o responsável pelos atentados terroristas do dia 11 de setembro, que causaram a morte de 0cerca de 3.000 pessoas em Nova York, Washington e Pensilvânia.

O silêncio que rodeia a sorte de Bin Laden frustra ainda mais os funcionários americanos, que não têm como saber se está vivo, se está fora do Afeganistão, ou se morreu durante a campanha militar dos EUA.

"Até agora, as informações dos serviços de inteligência americanos são de que Bin Laden continua vivo e está escondido no sudeste do Afeganistão, ou do outro lado da fronteira, no Paquistão", afirmou o jornal.

Diante da incerteza, Bush, que há três meses afirmou que queria Bin Laden "vivo ou morto", esclareceu recentemente que o suposto terrorista "não é o foco da campanha, o foco é o terrorismo".

Durante a campanha militar, as tropas americanas e seus aliados afegãos capturaram milhares de talibãs e da organização de Bin Laden, a Al Qaeda.

O chefe do Pentágono, Donald Rumsfeld, considerou que é possível que Osama e seus colaboradores mais próximos "tenham morrido em alguma das cavernas que serviam de refúgio e foram enterrados pelos bombardeios".

Por outro lado, o secretário de Estado, Colin Powell, reconheceu neste domingo, em declarações à rede de televisão CBS, que não tinha "nem idéia" se Bin Laden está vivo ou morto.

"Presumo que está vivo porque não tenho provas que indiquem que está morto", afirmou Powell, que também admitiu que os EUA não sabem onde está o mulá Omar.

Márcia MIRANDA PRAVDA.Ru BRASILIA BRASIL

Comments
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Russia unveils the date for the launch of the superbridge to Crimea
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Russia on the eve of another Crimea referendum
Russia to install laser navigation system on the Moon
USA looking for reason to see nuclear weapons in action
Russia to build its own terminals in Egyptian airports
Putin prepares bitter and hysterical missile surprise to 'American partners'
Darwin and the Capital
Darwin and the Capital
Russian general says allegations of his involvement in MH17 crash are stupid
Russian general says allegations of his involvement in MH17 crash are stupid
IOC bars Russian athletes, excludes Russian national anthem and flag from Winter Olympics 2018
Trump's Military Q
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Putin's remarks about collection of biomaterials may bury genetics
Su-35 fighter aircraft outfitted with artificial intelligence
Su-35 fighter aircraft outfitted with artificial intelligence
Putin's remarks about collection of biomaterials may bury genetics