Source Pravda.Ru

Dois «marines» feridos em explosão acidental

A explosão que se registou, este domingo, no aeroporto de Kandahar, provocou ferimentos apenas em dois soldados norte-americanos. Porém, um encontra-se em estado crítico. O acidente ocorreu quando os «marines» tentavam desactivar granadas que ainda estavam por explodir.

Os médicos aguardam pelos dois «marines» feridos, na base de Camp Rhino, criada pelos EUA, a 25 de Novembro último, no deserto a sul de Kandahar, segundo informa o capitão Stewart Upton, um dos porta-vozes do contingente militar norte-americano nesta cidade afegã.

Os «marines» ficaram feridos quando tentavam desactivar engenhos que ainda estavam por explodir, alguns do tempo da ocupação soviética no Afeganistão. Essa tarefa faz parte do trabalho de recuperação de segurança no aeroporto de Kandahar, levado a cabo pelas forças norte-americanas.

Inicialmente, os media davam contam de vários «marines» feridos, mas já há confirmação de que as vítimas foram apenas dois militares norte-americanos.

O objectivo desta limpeza é a possível utilização, pelas tropas norte-americanas e respectivos aliados, do aeroporto de Kandahar, em vez da base aérea de Camp Rhino. Além disso, os EUA já começaram a trabalhar numa prisão que irá albergar os cerca de 300 combatentes da al-Qaeda capturados.

Pravda.Ru