Source Pravda.Ru

Rebeliгo no Paraguai

ASSUNЗГO - Pelo menos 23 presos paraguaios morreram e outros 250 ficaram feridos numa violenta rebeliгo carcerбria este sбbado na Penitenciбria de Alto Paranб na Cidade do Leste, a 330 km a leste de Assunзгo, segundo um saldo provisуrio mas oficial divulgado pelo comandante do Corpo de Bombeiros da Cidade do Leste, Patricio Leiva. Cerca de cinqьenta feridos estгo em estado grave, segundo os informes.

Os mortos e feridos foram vнtimas de um incкndio em dois pavilhхes e outros setores, que guardavam 527 presidiбrios, segundo um relatуrio oficial da polнcia.

A confusгo comeзou depois de uma violenta discussгo entre um presidiбrio e um carcereiro, que provocou a reaзгo desse ъltimo disparando sua arma contra o preso. O fato detonou a desobediкncia total dos outros detentos, que comeзaram as queimar seus colchхes.

Os presos feridos, em sua maioria com feridas cortantes e queimaduras de terceiro grau, ofereceram um espetбculo aterrador, retirados ou arrastados pelo chгo atй o pбtio central da penitenciбria, sem que o pessoal da defesa civil conseguisse atender a todos, segundo informes de rбdio da Cidade do Leste.

Essa penitenciбria estб localizada no residencial bairro Boquerуn da Cidade do Leste, na fronteira entre Foz de Iguaзъ (Brasil) e Puerto Iguazъ (Argentina).

Centenas de familiares dos presos estгo na frente da penitenciбria para saber o destino de seus parentes detidos.

Feridos tambйm foram enviados a capital paraguaia, segundo informaзхes da defesa civil.

Um dos presos, em entrevista dada а televisгo, disse que o confronto comeзou quando um carcereiro "matou a sangue frio um companheiro'.

As autoridades reagiram dizendo que o preso se recusou a ser revistado e foi descoberta uma faca em seu poder.

Pravda.Ru