Source Pravda.Ru

Aumento das vendas de armas nos EUA

De acordo com estatísticas do FBI e pesquisas de associações de armas de fogo, a venda de armas cresceu rapidamente logo após as primeiras imagens dos atentados terroristas.

O aumento girou entre 9% e 22% durante setembro, outubro e novembro, de acordo com estatísticas do FBI.

Membros da indústria afirmam que armas de todos os tipos foram adquiridas, de caros revólveres a rifles de assalto. Segundo eles, cresceu também o número de pessoas que comprou armamentos pela primeira vez.

"O dia 11 de setembro, como outras catástrofes, deixou as pessoas em pânico, com medo e fez com que elas quisessem se armar para proteger suas famílias", declarou James Alan Fox, professor de direito criminal da Northeastern University, em Boston.

Para muitos dentro e fora da polícia, o aumento do consumo de armas é preocupante.

"Estamos muito preocupados com o número de armas nas ruas", afirmou William Berger, chefe de polícia de Miami Beach, na Flórida, e presidente da Associação Internacional de Chefes de Polícia, que tem 19 mil membros no mundo todo.

Alguns fabricantes de armamentos estão agressivamente tentando conquistar novos clientes. A Ithaca está vendendo seu modelo Segurança Nacional por que o "país está pedindo". A Beretta tem a sua "Unidos Ficaremos", uma pistola de 9 milímetros com a bandeira americana gravada a laser. A companhia vendeu 2 mil delas em apenas um dia em outubro, disse Jeff Reh, vice-diretor-geral da Beretta USA.

Defensores do controle de armas já mostraram preocupação com o aumento das vendas, argumentando que cedo ou tarde elas acabam nas mãos de criminosos. Alguns policiais têm a mesma opinião.

Apesar de tudo, as pessoas compram armas para se sentirem mais seguras. Scott Abraham, um investidor de Long Island na casa dos 30 anos, afirmou nunca ter sonhado com esta possibilidade até o dia 11 de setembro. No mês passado, ele comprou uma espingarda Mossberg porque não quer ser pego "despreparado". Pravda.Ru

Comments
Putin: Russian servicemen return home from Syria as victors
Mikhail Saakashvili's bumpy ride in politics: From chewing his tie to climbing on rooftop
Human Rights Day: Let us hang our heads in shame
Russian general says allegations of his involvement in MH17 crash are stupid
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Human Rights Day: Let us hang our heads in shame
Elon Musk sells old ideas to NASA under the guise of unprecedented innovations
Elon Musk sells old ideas to NASA under the guise of unprecedented innovations
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Atmosphere above Russia contaminated with radioactive substance
IOC bars Russian athletes, excludes Russian national anthem and flag from Winter Olympics 2018
IOC bars Russian athletes, excludes Russian national anthem and flag from Winter Olympics 2018
Americans force Russia to create weapons even more powerful than S-500
Serbia forgives USA for 1999 bombings, forgets all victims, holds joint drills with NATO
Serbia forgives USA for 1999 bombings, forgets all victims, holds joint drills with NATO
Serbia forgives USA for 1999 bombings, forgets all victims, holds joint drills with NATO
Atmosphere above Russia contaminated with radioactive substance
Russian general says allegations of his involvement in MH17 crash are stupid
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Why did Donald Trump recognise Jerusalem as the capital of Israel?
Russia unveils the date for the launch of the superbridge to Crimea